You are currently browsing the tag archive for the ‘kanji’ tag.

Continuando os estudos do idioma japonês, o primeiro passo é entender que sua escrita é dividida em 2 silabários, que podem ser considerados equivalentes ao nosso alfabeto. Cada um contêm 71 símbolos (apesar disso ser polêmico, já que em alguns locais se encontram esses silabários com menos de 50. Conforme eu entender isso melhor eu posto aqui) que correspondem a todos os sons presentes na língua nipônica e os kanjis, símbolos com interpretações que variam de acordo com seu contexto.

Katakana

Foi criado por monjes em função da dificuldade de se lembrar a leitura dos kanjis, atualmente esse silabário é usado para escrever palavras estrangeiras e nomes próprios ocidentais.

Silabário - Katakana

Hiragana

As mulheres, privadas na época de receber educação formal como os homens simplificaram os kanjis que com o tempo foi tendo apenas significado sonoro. Hoje pode se escrever quase todas as palavras nesse silabário, o qual inclusive tem sido muitas vezes mais usado que os ideogramas, livros infantis por exemplo, já são exclusivamente escritos em hiragana.

Silabário - Hiragana

Kanjis

São ideogramas, ou seja, cada símbolo possui um significado e a união de alguns deles podem formar outras coisas… como por exemplo, se unirmos três “ki” que significa árvore, teremos um “mori” que significa floresta. A própria palavra Kanji significa escrita chinesa. CHINESA? Isso aew, nem só de cópias vivem os chineses… o princripal meio de comunicação escrita japonês veio da China. Atualmente existem mais de 50 mil, mas ao contrário da China que usa apenas os kanjis, o Japão utiliza com mais frequência apenas 2 mil deles complementando suas frases com os dois silabários.

Veja alguns Kanjis aqui – http://www.geocities.com/tokyo/bridge/8780/sugestaokanji.htm