Mapa Mesopotamia 600AC

Placas de argila contendo o Mapa da Mesopotamia de 600AC e algumas informações descritivas.

Graças a palavra escrita, posso transcrever em palavras minhas idéias e pesquisas através desse blog. A palavra escrita será decodificado por você leitor que associa cada uma dessas letras à um som, mas não foi sempre assim.

As primeiras manifestações humanas de uma possível escrita foram as pinturas nas cavernas que cumpriram seu papel, talves inconscientes, de comunicar algo. Graças a elas sabemos hoje um pouco mais sobre o homem na pré-história. E já que toquei na palavra chave “história”, muitas vezes a própria história do homem é confundida com a história da escrita, mas não quero fugir do tema.

Foram os sumérios, segundo os historiadores, os primeiros a utilizarem a escrita propriamente dita. Naquela época, evoluiam os pictogramas (desenhos do objeto ao qual se referiam) e ficavam cada vez mais semelhantes a forma de escrita que temos hoje, a escrita fonética que é baseada nos sons.

Os sumérios atribuiam alto valor a habilidade de escriba, podendo apenas os jovens de famílias ricas ingressarem numa espécie de escola, onde se aprendia desde o cuidado com a argila até a interpretação de seus “tipos”  (termo referente as letras).

Tudo isso ocorreu no berço da civilização, a região onde hoje se situa o Iraque. Entre os rios Tigre e Eufrates, os homens que lá habitavam tiveram um alto grau de prosperidade em meio as desérticas terras que os circundavam.

Continua em breve…

Anúncios